quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Assédio e represálias

... em versão infantil.

Contava hoje o D* quando vínhamos no carro:

D*: Mamã, sabes... o João F* está sempre a aleijar os outros meninos no recreio... por isso hoje eu disse-lhe para ele bater na menina que anda sempre atrás de mim aos beijinhos!

Eu: D*! Isso não se faz! 

D*: Não te preocupes... ela não aleijou-se... as coisas são assim... é que eu estou farto!!! Ela está sempre atrás de mim para me dar beijinhos... Eu não gosto dela!

Eu: Mas tu falaste com ela? Disseste-lhe para parar?

D*: Mamã... eu disse-lhe duas vezes para parar, mas ela continuava sempre a agarrar-me!

Eu: Está bem, mas não podes mandar bater. E o João F* também se portou mal.

D*: E à tarde no recreio ele empurrou-me!

I*: Pois... devia estar zangado porque se calhar ficou de castigo por tua causa por ter batido na menina. Não se manda os outros meninos bater... se querias bater-lhe, batias-lhe tu!

Eu: Isso... que belo conselho!

Ah! Ah! Ah!

(tou-me a rir mas o caso é que já me começo a preocupar...)

4 comentários:

  1. Isso é que é mesmo um grande conselho! Não deixar o crédito por mãos alheias! Ah, ah, ah!! Fartei-me de rir!

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada pelo teu comentário no Histórias de Ariadne e desculpa só responder agora :)
    Este ano vou apostar muito no lado pessoal e no lado farmacêutico de Ariadne; vou partilhar convosco as minhas lutas com a ansiedade, mas também vai refletir muito o crescimento pessoal que quero ter este ano, e eu adoraria que fizesses parte desta nova etapa do Histórias de Ariadne.
    Um beijinho muito grande e um 2016 muito único,
    Ariadne
    http://historiasdeariadne.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada. Um bom ano para ti também!
      Beijinhos

      Eliminar