segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Destralhar a casa

Há que tempos que ando com vontade de destralhar a casa, mas como sabem, não tenho muito jeito para a coisa (eu sou do mais guarda tralhas que há!)

Inspirada neste post da Coisas que faço hoje dediquei-me a destralhar o quarto da I*...


Foram embora trabalhos manuais de há não sei quantos anos (incluindo jardim de infância) - tiro-lhes uma foto para ficar a recordação e segue viagem!

Pusemos de parte mais alguns brinquedos para dar... coisas que já não lhe servem (sapatinhos de ballet e de princesa de quando tinha 3 anos!) e outros brinquedos que andavam por lá esquecidos...
 
Foram embora as revistas e os livros de atividades, de colorir e de autocolantes. Só ficaram os livros a sério e não foram todos...  arrumei-os rapidamente por coleção e por tamanhos.

Pouco depois dei com ela a tirar os livros todos do sítio! Não era para arrumar assim...

Ela: É para arrumar por prosa, poesia, lenga-lengas e aprendizagem!

Ah! Muito mais fácil!!! (não há paciência...)

6 comentários:

  1. Destralhar é uma palavra fantástica!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gostei, e por isso adotei!
      (in "coisas que faço")
      :-)

      Eliminar
  2. Em defesa da I*, tenho a dizer que ela tem a sua razão: nenhuma biblioteca está organizada por tamanhos, mas sim por tipologia de livros! Se calhar ela até tem, na sala de aula, uma mini-biblioteca organizada assim, de modo que se limita a reproduzir em casa a lógica treinada na escola!

    ResponderEliminar
  3. OK... faz algum sentido... e eu a achar que ela estava só a ser coquinhas! :-)

    ResponderEliminar