sábado, 19 de julho de 2014

Férias nos Açores 2014 - Dia #2

No segundo dia começámos a viagem pelo lado sudeste, junto à costa. Passámos por várias praias de areia escura (mais escura que a nossa, mas não preta), com boas infraestruturas, mas não estava tempo para praia, apesar de se andar de manga curta, para mim praia é só com calor como deve ser...

Fomos passando pelas terreolas, pelos portos de pesca, marinas, etc. à descoberta...
Dirigimo-nos para as Furnas, passámos pela Lagoa das Furnas, depois pelas Caldeiras (fumarolas).

É mesmo impressionante ver a água a ferver! O cheiro é assim um bocadinho pro pestilento, por causa do enxofre, mas faz parte! E ao fim de um bocadinho já não damos por ele...


Como não podia deixar de ser experimentámos o famoso Cozido das Furnas, que é feito na terra quente, durante umas 7 horas (na foto ao lado)

É bom, a carne fica tenra, mas confesso que não me deslumbrou... é cozido (mas sem molho).



Depois do almoço fomos para a Poça da Dona Beija que é a melhor coisa que já se inventou!

Fica na povoação das Furnas, e como não podia deixar de ser, é uma nascente de água quente resultado do vulcanismo da região...

A água está a cerca de 40ºC (tem zonas mais quentes outras mais frias) e dá para tomar banho numa pequena represa ou em piscinas... sabe tão bem!

As águas têm uma cor estranha, amarela por causa do ferro (chamam-lhes banhos férreos)... diz que faz bem à pele!

O local está muito bem arranjado, com todas as condições (a entrada custa 2 euros e dá para alugar toalhas lá). Muito bom.

Tínhamos planeado outras visitas para a tarde (Parque Terra Nostra), mas não deu, porque ninguém quis arredar pé dali! Ficamos horas de molho... já disse que aquilo é uma maravilha, melhor que um SPA?

3 comentários:

  1. Há muitos anos que não vou aos Açores, mas lembro-me bastante bem das Furnas e do Cozido (não adorei, mas também nunca fui particularmente fã de cozido). Já não posso dizer o mesmo da Poça da Dona Beija... nunca conheci nem experimentei! :-(

    ResponderEliminar